Grupo RL

Notícias na Brás

Listando: 1056 à 1059 de 1059
Novo vírus "mutante" infecta 2,5 milhões de PCs, diz empresa

O Brasil é o segundo país que mais registrou infecções pelo novo vírus Conficker, também denominado Downadup, segundo relatório publicado pela empresa de segurança em internet F-Secure na terça-feira (13). O vírus, que infectou 2,5 milhões de computadores em todo o mundo, usa ataques múltiplos e novas engenharias para infecção, a partir do descuido de usuários.

"O número é conservador. Certamente, a quantidade de computadores afetados é bem maior", afirma o relatório da empresa.

O documento aponta 34.814 IPs brasileiros infectados. Coube à China o primeiro lugar, com a observação de que o número de endereços chineses foi contabilizado apenas a partir de empresas.

Segundo o site The Register, o vírus usa algoritmos complexos para desenvolver uma lista diária de domínios específicos, a fim de entrar em contato com eles e contaminar máquinas.

Os piratas virtuais precisam de apenas um registro de uso ou domínio para tentar infectar o computador ou a rede com o Conficker. De acordo com a F-Secure, a tática foi feita a partir de ataques frustrados por empresas de segurança.

O vírus pode ter centenas de nomes diferentes, afirma o relatório.

O último período em que houve grande quantidade de computadores infectados foi durante setembro de 2007, época na qual o vírus Storm infectou de 500 mil a 1 milhão de máquinas.

"Poderíamos manipular as máquinas infectadas. Mas é claro que não conseguimos. De fato, não vamos fazer nada a respeito ainda --nem desinfectá-los-- porque isso seria considerado como invasão aos PCs. É ilegal em muitas jurisdições. Olhar e não tocar é nossa regra de ouro", diz o comunicado.

Alguns dos sintomas relacionados ao Conficker são falhas em programas e pastas bloqueadas (ou criadas) sem o comando dado pelo usuário.

A F-Secure disponibilizou uma ferramenta de desinfecção no seu site.

(Fonte: da Folha Online ) - 18/01/2009
Número de internautas residenciais ativos dobra em três anos no Brasil

O número de internautas residenciais ativos --que usaram a rede ao menos uma vez no mês-- dobrou em três anos no Brasil, chegando a 24,5 milhões em dezembro do ano passado. De acordo com o Ibope/NetRatings, esse número era de pouco mais de 12,2 milhões em dezembro de 2005.

Em relação a dezembro de 2007, a alta foi de 14,7%. De acordo com a empresa de pesquisa, nos últimos meses o crescimento no número de internautas residenciais vem ocorrendo principalmente entre adultos e idosos. Entre os meses de dezembro de 2007 e 2008, houve uma alta de 21,5% entre os internautas com mais de 25 anos de idade --o índice foi de 7,5% no público com até 24 anos.

Isso tem efeitos sobre o número médio de horas que o brasileiro fica na internet --em média, um jovem no Brasil acessa mais de 2.000 mil páginas de internet por mês, 56% mais que um adulto.

"O amadurecimento do perfil do internauta brasileiro provocou em dezembro redução da média de consumo, tanto de tempo por pessoa quanto de número de páginas vistas. Além de haver muitos adultos e idosos começando a usar a internet, os jovens é que navegam de maneira mais intensa", afirma José Calazans, analista de mídia do Ibope/NetRatings, em nota.

Em dezembro, o internauta do Brasil ficou 22 horas e 50 minutos na internet, uma queda de 4% em relação a novembro e de 0,7% na comparação com dezembro de 2007.

Com isso, o Brasil perdeu para a França a primeira posição entre os países que gastam mais tempo na rede. Em média, os franceses ficaram 23 horas e 39 minutos na internet, seguidos pelos alemães, com 23 horas e 3 minutos.

"Neste momento, há um forte crescimento na Europa do uso de sites de redes sociais, que são as páginas em que os internautas navegam por mais tempo. Esse intenso uso de sites de comunidades, que começou recentemente em outros países, já existe no Brasil desde 2005", diz Calazans.

Considerando todos os ambientes, como residências, trabalho, escolas, LAN Houses, bibliotecas, telecentros, o número de pessoas de 16 anos ou mais com acesso é de 43,1 milhões. O dado é do terceiro trimestre de 2008.

(Fonte: da Folha Online ) - 18/01/2009
Downloads de novo Windows multiplicam-se na internet

Já são milhares os internautas em todo mundo que compartilham na internet o Windows 7, nova versão do sistema operacional da Microsoft que ainda não foi lançado oficialmente. Cópias do programa podem ser baixadas por meio de arquivos torrent, em que partes do arquivo podem ser acessadas por outros internautas assim que são baixadas para o computador de cada usuário.

Um dos sites que disponibilizam links de download para o programa é o Pirate Bay, onde existem cerca de 10 cópias e mais de 10 mil usuários que compartilham o programa inteiro ou partes dele.

No Mininova, que também lista usuários que liberam o programa, são mais de 20 cópias disponíveis e quase 25 mil usuários que contêm partes armazenadas em seus computadores para compartilhamento.

Muitas das cópias trazem a mesma versão do programa, de testes, que vazou na internet nos últimos dias antes do planejado pela Microsoft. Nos sites citados, no entanto, há vários comentários de vários usuários que instalaram o programa e disseram que a versão não traz todos os recursos do novo sistema operacional.

Apesar da pirataria, especialistas apontam que as cópias disseminadas podem beneficiar a companhia. O site "Digital Journal" afirma, por exemplo, que "para usuários, isso significa que o Windows 7 será um sistema muito estudado quando sair [oficialmente]", sugerindo que a Microsoft tem conhecimento das cópias.

A Microsoft vai lançar o programa oficialmente no dia 7 de janeiro em Las Vegas. O evento, que terá a participação dos principais dirigentes da companhia, Steve Ballmer and Robbie Bach, será transmitido ao vivo pela internet.

Novidades

Entre as novidades já anunciadas pela Microsoft estão as mudanças na barra de tarefas do Windows, que deve ter menos botões --a empresa afirma que vai retirar os ´redundantes´.

Os usuários poderão arrastar os ícones de documentos e programas, para organizá-los na ordem de preferência. Um clique em ícones de programas, usando o botão direito do mouse, vai relevar informações como documentos recentes produzidos com o software.

A empresa informou também que a próxima versão do pacote de softwares Office irá incluir uma versão para que os documentos de texto e planilhas funcionem dentro de um navegador da internet.

A medida é uma resposta à rival Google, que disponibiliza gratuitamente o Google Docs, com editor de texto e planilha e software de apresentação através da internet.

(Fonte: colaboração para a Folha Online ) - 05/01/2009
da Folha Online

A fabricante de eletrônicos LG anunciou nesta terça-feira (30) o lançamento de uma nova linha de tocadores de Blu-ray que irá disponibilizar vídeos via "streaming" (transmissão direta pela internet, na qual pessoa pode acessar o conteúdo, sem baixá-lo). Para isso, a companhia assinou acordos com sites como o YouTube e o CinemaNow.











Divulgação
Modelo BD300, da LG, disponível nos EUA, já oferece conteúdo do site Netflix via streaming
Modelo BD300, da LG, disponível nos EUA, já oferece conteúdo do site Netflix via streaming


O anúncio foi feito dias antes da International Consumer Electronics Show (CES), feira em que a LG irá mostrar os novos produtos, que terão conexão com a internet. A CES acontece entre os próximos dias 8 e 11 de janeiro em Las Vegas, nos Estados Unidos.



Com o aparelho, os usuários poderão receber diretamente conteúdo atualizado do YouTube. Do site CinemaNow, os compradores poderão alugar de forma instantânea a cópia virtual de um filme de um arquivo de mais de 14 mil obras disponíveis.



A previsão é que o produto esteja à venda nos Estados Unidos ainda no primeiro semestre de 2009, mas ainda não há um preço estipulado. O modelo BD300, da LG, já oferece vídeos via streaming, mas apenas de conteúdo do site Netflix. O produto é vendido por US$ 350,00 (cerca de R$ 815,00) nos Estados Unidos.



O serviço de streaming é uma tentativa de adicionar versatilidade aos tocadores de Blu-ray. Apesar de ter derrotado o HD DVD no formato de altíssima qualidade, a tecnologia ainda não emplacou no mercado.



O novo desafio do formato é justamente enfrentar a concorrência com sites de vídeo na internet, que já oferecem conteúdo gratuito ou barato de boa qualidade de forma instantânea.

Listando: 1059 de 1059

Anuncie

Sobre o Portal no Brás

O Portal no Brás foi lançado em 01 de dezembro de 2016, tendo como objetivo principal a divulgação de empresas e produtos comercializados na região NO BAIRRO DO BRÁS no centro da cidade de São Paulo, focando-se principalmente em produtos voltados para a área de ferramentas e ferragens.